NOTÍCIAS

5 de março de 2018

Vídeo: Ônibus é arrastado por rio e bate em ponte na Região Serrana

5 de março de 2018
FIES

Fies vai divulgar o resultado nesta segunda-feira

5 de março de 2018
LAJE 01

Servidores e moradores se juntam para limpar danos causados pelas chuvas a ESCOLA MARIA PETRONILHA em Laje do Muriaé

2 de março de 2018
CAMARA MIRACEMA

Câmara de Miracema, RJ, aprova pagamento de 13º salário para prefeito, vice e vereadores

2 de março de 2018
FIES

Termina nesta sexta-feira prazo para inscrição no Fies

2 de março de 2018
PALESTINA

Palestina convida Brasil para ser “mediador da paz” com Israel

1 de março de 2018
BRAGA NETO

Interventor diz que não há previsão de ocupação permanente em favelas no RJ

1 de março de 2018
IMPOSTO DE RENDA

IR 2018: Veja as principais mudanças na declaração deste ano

1 de março de 2018
FEBRE AMARELA

Ministro da Saúde anuncia medidas contra febre amarela

1 de março de 2018
muhammad-hussein

“Abertura de embaixada em Jerusalém dará início a uma guerra”, afirma líder islâmico palestino

5 de julho de 2017
GAS DE COZINHA

Petrobras anuncia redução de preço do gás de cozinha

3 de julho de 2017
CONTA DE LUZ

Bandeira amarela: Conta de luz ficará mais cara em julho

3 de julho de 2017
PRESIDIARIO

Presidiário se converte ao ler a Bíblia, evangeliza colegas de cela e se torna pastor: “Estou salvo”

CONFIRA TAMBÉM

Adicione seu código html aqui...


“Abertura de embaixada em Jerusalém dará início a uma guerra”, afirma líder islâmico palestino

Grão-mufti de Jerusalém faz ameaças e convoca muçulmanos do mundo inteiro.

 

Um importante líder islâmico da Palestina afirmou que haverá guerra se os Estados Unidos levarem adiante seu plano de abrir a embaixada em Jerusalém em 14 de maio. Desde que Washington passou a reconhecer formalmente a cidade como a capital de Israel há uma expectativa que Donald Trump cumpra sua promessa e autorize a mudança de Tel Aviv para a Cidade Santa.

A ameaça feita pelo sheik Muhammad Hussein, o grão-mufti de Jerusalém, foi divulgada pelo jornal oficial da Autoridade Palestina, o Al-Hayat Al-Jadida.

Hussein é o pregador oficial da Mesquita de Al-Aqsa, localizada no alto do Monte do Templo. Ele afirmou que a embaixada americana em Jerusalém “não será um ataque apenas aos palestinos, mas aos árabes e muçulmanos de todo o mundo… e que não servirá para estabelecer paz e segurança na região, mas traz consigo desastres de guerras, anarquia e instabilidade”.

Logo após o presidente Trump anunciar, em 6 de dezembro, que seu país reconhecia formalmente Jerusalém como a capital de Israel, os palestinos fizeram uma série de protestos e ameaçaram uma intifada. Contudo, depois de um mês não havia mais manifestações nas ruas.

Porém, rumores de guerra ressurgiram nos territórios palestinos quando foi anunciado, na semana passada, que o Departamento de Estado planeja inaugurar a nova embaixada dos EUA em Jerusalém no 14 de maio de 2018, data que marca o 70º aniversário da declaração de independência de Israel.

Fonte: Gospel Prime

ChatChat+